Voltando a Mergulhar

Retornando para debaixo d'água após uma complexa cirurgia de câncer de mama




O lustroso tubarão-lixa disparou para fora de sua toca quando passamos pela borda do coral. Nós o seguimos pelo recife de Key Largo, na Flórida, nadando através de densas nuvens de peixes tropicais coloridos. Esta experiência familiar foi extraordinária, pois foi meu primeiro mergulho após dois anos de câncer de mama, testes, cirurgias, contratempos, tratamento e reconstrução. No ano passado algumas pessoas não tinham certeza se alguma vez eu voltaria a mergulhar.

Eu sou uma mergulhadora ativa e associada à DAN há 28 anos, e eu registrei cerca de 2.000 mergulhos durante esse tempo, tanto em casa no sul da Flórida como no exterior. Desde 2007 eu sou uma dupla treinada ajudando mergulhadores da Diveheart com várias ou diferentes habilidades, nunca imaginando que um dia eu mesma seria desafiada. Quando meu médico disse "Você tem um câncer de mama invasivo" e "Você não é candidata a lumpectomia", eu sabia que teria um longo caminho até voltar a mergulhar.

As seguintes estratégias para voltar a mergulhar após o câncer de mama (ou qualquer enfermidade prolongada) podem ser úteis para outros mergulhadores:

  • Desde o início, informe seu médico que você é um mergulhador e que você quer voltar a mergulhar após recuperar a saúde.
  • Use seu amor pelo mergulho para aliviar momentos difíceis durante o tratamento. Eu passava horas de quimioterapia visitando sites de mergulho em meu tablet. Durante RMs e biópsias penosas eu sonhava acordada com mergulhos memoráveis para me distrair.
  • Seja positivo. Atitude é tudo. Uma natureza otimista influencia todo mundo, mesmo os seus cuidadores, e cria uma atmosfera positiva para a recuperação.
  • Junte-se a um grupo de apoio para trocar informações, compartilhar, encontrar empatia e humor. Em meus grupos nós ríamos mais do que chorávamos.
  • Solicite fisioterapia. Juntamente com exercícios contínuos, isso foi um dos pilares da minha recuperação. A fisioterapia também oferece a oportunidade de aprender sobre linfedema e de gerenciar seu risco de desenvolvê-lo.
  • Mantenha seus duplas de mergulho. Mantenha o contato através das mídias sociais, telefonemas, visitas e eventos sociais.
  • Lembre-se de seu equipamento de mergulho abandonado na garagem. Leve-o para fazer manutenção e faça um mergulho de teste na piscina antes de utiliza-lo em águas abertas. Eu tive que trocar meu colete, roupa úmida, manômetro e várias mangueiras. Todo o resto precisava apenas de cuidados.
Meus médicos e terapeutas estabeleceram marcos para meu retorno ao mergulho: terminar a quimioterapia e os tratamentos, cicatrização dos tecidos, recuperação da complexa reconstrução e recuperação de força e extensão de movimentos suficientes para mergulhar. Meu oncologista me aprovou para o mergulho enquanto eu ainda estava com um cateter implantado em meu peito.

"Sua atitude, seu entusiasmo e sua determinação a voltar a mergulhar foram grande parte da sua recuperação espetacular," meu fisioterapeuta me disse. "Após seu primeiro mergulho, você rapidamente passou para outro nível de bem-estar."

Minha reconstrução envolveu um retalho da artéria epigástrica inferior profunda (DIEP, do inglês deep inferior epigastric artery perforator), que é uma cirurgia e microcirurgia plástica complexa de 10 horas para esculpir abas de tecido abdominal em seios. Candidatos a implantes mamários requerem menos tempo para a recuperação – dois a três meses comparado aos meus seis meses.

Este verão, com a permissão do meu médico, eu mergulhei frequentemente, durante o dia e a noite, em profundidades inferiores a 12 metros. Estou planejamento muitos outros mergulhos, incluindo uma viagem ao Tahiti em 2017. Meus próximos desafios são voltar a fazer mergulhos mais profundos e novamente ajudar mergulhadores da Diveheart para benefício físico e psicológico deles (e meus) e pela alegria de estar submersa.
Compartilhe Sua História
Você tem dicas, conselhos, estratégias de viagem, técnicas de mergulho, lições aprendidas ou outras palavras de sabedoria para compartilhar com seus colegas mergulhadores? A Alert Diver quer a sua história! Envie um e-mail para M2M@dan.org ou uma carta para c/o Alert Diver, 6 W. Colony Place, Durham, NC 27705.

© Alert Diver — 4º Trimestre 2016

Language: EnglishSpanish