A Ímpar e Futura Promessa dos Santuários Marinhos Nacionais

Indicações para novos santuários estão agora sendo aceitas.

"As pessoas protegem o que elas amam, e elas amam o que elas compreendem. Como mergulhadores, vocês compreendem mais do que qualquer um o quão importante é proteger os locais especiais onde vocês exploram as maravilhas do oceano. E nada os protege melhor do que nossos santuários marinhos nacionais."

— Jean-Michel Cousteau
Presidente executivo e presidente do conselho da Ocean Futures Society
Trustee Emeritus, NMSF


Uma tartaruga-de-pente nada entre esponjas e gorgônias de águas profundas no Recife Breakers próximo a West Palm Beach, Flórida. Os recifes do Condado de Palm Beach ganharam notoriedade como um possível local para um novo santuário.


Nós estamos no amanhecer de uma nova era na administração dos oceanos. A NOAA (National Oceanic and Atmospheric Administration), que administra os recursos marinhos dos Estados Unidos, anunciou no verão passado que pela primeira ela está aceitando indicações para novos santuários marinhos nacionais de comunidades e coalisões de partes interessadas.

O sistema de santuário marinho nacional (NMS na sigla em inglês) é um poderoso guardião dos recursos oceânicos dos Estados Unidos. Assim como os parques nacionais protegem os ícones da paisagem americana, os santuários marinhos nacionais protegem aqueles da paisagem marítima. O sistema compreende mais de 440.000 quilômetros quadrados e inclui 14 locais como a Baia de Monterey, a Costa Olímpica, as Keys da Flórida, a Baía Thunder e as águas das Ilhas Havaianas e Cabo Cod. Muitos desses locais apresentam mergulhos espetaculares. (veja "Our National Marine Sanctuaries," Alert Diver, 4º trimestre de 2012).

Os santuários marinhos nacionais permitem uma variedade de usos recreativos e comerciais, desde que eles possam ser conduzidos sustentavelmente e sejam compatíveis com o propósito principal de proteção dos recursos. Os santuários sustentam as economias e as comunidades locais em todo o país, gerando anualmente cerca de $4 bilhões de dólares em economias costeiras locais e dependentes do oceano a partir de diversas atividades como a pesca, pesquisa e recreação/turismo. Eles servem como laboratórios vivos e salas de aula abertas para pesquisa e educação e são o lar de importantes ecossistemas e espécies ameaçadas como baleias, tartarugas marinhas, lontras marinhas e corais.

Nas primeiras duas décadas do sistema de santuário — desde a promulgação da lei dos Santuários Marinhos Nacionais em 1972 até 1995 — o processo de designação de novos santuários era um típico processo indigesto, conduzido pelo governo e de cima para baixo. Então em 1995 a NOAA desativou o processo de designações para se concentrar no gerenciamento dos santuários existentes.


Um mergulhador explora o naufrágio Walter B. Allen no Lago Michigan. O governador do
Wisconsin indicou uma área de 2.267 quilômetros quadrados das águas do Lago Michigan do
Estado como um novo santuário marinho.


Ao reabrir as portas este ano a NOAA criou uma nova abordagem para identificar potenciais novos santuários solicitando indicações de comunidades locais de todo o país. A NOAA, que virou o antigo processo de ponta cabeça para criar uma abordagem de base, de baixo para cima para a designação dos NMS, recebeu mais de 18.000 (esmagadoramente favoráveis) comentários sobre a regra proposta.

Políticos dos dois principais partidos dos EUA apoiam os santuários marinhos porque eles são gerenciados para múltiplos usos e buscam equilibrar interesses conflitantes. Mas no coração de cada santuário está a sua comunidade local. Cada santuário tem um conselho consultivo composto pelas partes interessadas que desempenham papéis ativos, trabalhando com o superintendente no gerenciamento do santuário. Milhares de voluntários em toda a nação dedicam seu tempo e energia a esses locais. Agora o processo de designação de santuários irá espelhar o gerenciamento dos santuários, marcado pela participação importante, construtiva da comunidade.

Esse novo processo de indicação é um chamado para os mergulhadores agirem. Você pode indicar seu ponto de mergulho favorito para ser um santuário marinho nacional. Se você conhece um local especial onde haja naufrágios, recifes de corais, florestas de kelp, lama, pequenas criaturas ou megafauna marinha que mereça reconhecimento e justifique uma nominação, agora é a hora de se pronunciar.

Não surpreendentemente, as primeiras indicações são de locais com ótimo mergulho e recreação, e elas têm amplo apoio desde as comunidades locais até os respectivos escritórios dos governadores. O Estado de Maryland indicou a Baía Mallows no Rio Potomac; ela oferece uma história naval fascinante da I Guerra Mundial. O governador do Wisconsin indicou as águas do Lago Michigan juntamente com a costa do Estado que inclui um corredor de transporte que foi importante no desenvolvimento da agricultura e da indústria da nação; a área tem 122 perdas de embarcações relatadas, incluindo 34 naufrágios conhecidos, 15 dos quais estão listados no Registro Nacional de Locais Históricos (National Register of Historic Places).



Embora dezenas de leis que dizem respeito aos recursos oceânicos e costeiros permaneçam sem financiamento e sem autorização de um congresso travado, os anúncios da NOAA, com sua abordagem de uma administração oceânica centrada na comunidade, são uma fonte de esperança para os recursos marinhos de nossa nação.

Os parques nacionais protegem o melhor da terra da América para as gerações futuras. Embora os santuários marinhos nacionais façam o mesmo pelo oceano, os 14 santuários são um contraste total com uma rica tapeçaria de mais de 2.000 parques, áreas de preservação, trilhas, litorais, rios, monumentos, sítios de batalha e históricos designados. O oceano merece mais do que isso. Você pode ajudar.

Para saber mais sobre o processo de indicação ao NMS, visite www.nominate.noaa.gov.
Nota
A National Marine Sanctuary Foundation (NMSF) é um parceiro privado, sem fins lucrativos e beneficente dos santuários marinhos nacionais. Ela apoia os santuários e engaja os cidadãos através de programas educacionais, de pesquisa científica, conservação e advocacia/suporte legal. A NMSF financia a implementação de boias de amarração, atividades de restauração de corais, esforços de desencalhe de baleias, atitudes com relação a espécies invasoras e mais. Para saber como você pode apoiar os santuários marinhos nacionais, visite a NMSFocean.org.

© Alert Diver — 2º Trimestre 2015

Language: EnglishSpanish