Mar Vermelho do sul

Um diário fotográfico


Este composto digital ilustra elementos icônicos do recife do Mar Vermelho: uma garoupa, anthias e corais moles em primeiro plano, juntamente com o endêmico bluecheek butterflyfish, tudo fotografado em Farsha em Wadi Gemal.


O Mar Vermelho é um vasto corpo de água que desagua no Oceano Índico. É margeado por terras áridas do Egito e Sudão a oeste e Arábia Saudita a leste. A maior parte do turismo de mergulho no Mar Vermelho acontece no Mar Vermelho Egípcio, tradicionalmente através de Sharm el-Sheikh e Hurghada. Na última década um novo portal para o Mar Vermelho do Sul se desenvolveu em Marsa Alam. Através de um voo direto para Marsa Alam ou três horas de viagem de ônibus a partir do aeroporto de Hurghada, a marina em Port Ghalib se tornou uma entrada conveniente para as extraordinárias opções de mergulho do Mar Vermelho do Sul. As imagens neste diário fotográfico são todas de um safari em um liveaboard de dez dias em julho de 2015.


A luz do fim da tarde se infiltra através do complexo recife em St. John Caves, enquanto um coral mole vibrante decora o primeiro plano.





Como o Mar Vermelho é essencialmente um oásis de beleza marinha no meio de um deserto, há muito pouca água doce para estragar a visibilidade. O contraste entre as profundezas azuis, pontuadas por corais moles de todos os tons pasteis imagináveis, e as areias e morros bronzeados são uma das maravilhas do mundo do mergulho. Com 1.200 espécies de peixes, 10 por cento dos quais são endêmicos, o Mar Vermelho é extremamente fértil para a fotografia subaquática. Embora haja uma abundância de temas macro, eu sempre tive dificuldade em parar de olhar os retratos de peixes e paisagens em grande angular que o Mar Vermelho apresenta.



Big Brother Island



Daedalus Reef



Zabarghad Reef



Marina de Port Ghalib



Golfinhos-rotadores, Satayh, Fury Shoals



Tartaruga-de-pente, Daedalus Reef



Bluecheek butterflyfish, pináculo Habili Jaafar



Coral mole e anthias, Farsha em Wadi Gemal

Ninguém parece saber ao certo de onde vem o nome Mar Vermelho. Se os egípcios que primeiro exploraram a área em 2.500 a.C. vestissem equipamento scuba e tivessem olhado debaixo da superfície, o nome poderia ter vindo dos brilhantes corais moles, dos grandes cardumes de bigeyes na parede em Little Brother Island ou das anêmonas que decoram as águas rasas em Daedalus Reef.



Peixe-leão, Zabarghad Reef



Titan triggerfish, Shaab Sharm em Wadi Gemal



Moréia gigante, Little Brother Island



Pôr do sol e farol, Big Brother Island



Garoupa e corais moles, Little Brother Island


Como Mergulhar Lá
Como Chegar Lá
Tanto Hurghada quanto Sharm el Sheik são destinos de verão populares entre os europeus, e há aeroportos internacionais modernos em ambas as cidades. É fácil fazer uma conexão via Cairo ou outras cidades europeias importantes. Também há voos diretos comerciais e fretados para Marsa Alam a partir do Cairo e da Europa, mas os voos são menos frequentes do que os com destino a Hurghada. A viagem de ônibus entre Hurghada e Port Ghalib dura três horas. Certifique-se de chegar a tempo para o embarque em seu liveaboard porque os regulamentos de segurança proíbem os barcos de voltarem ao porto para pegar passageiros ou bagagens atrasadas.





Condições
Os ventos normalmente aumentam no inverno, tornando algumas travessias para as ilhas mais afastadas mais difíceis. Alguns pontos de mergulho são fáceis, enquanto o efeito das correntes pode complicar outros. A maioria dos mergulhos é em multinível, o que oferece a possibilidade de ir eliminando nitrogênio enquanto mergulha em uma parede ou pináculo. Os operadores de mergulho no Mar Vermelho tendem a reforçar o sistema de duplas, e os mergulhadores devem utilizar um sinalizador visual de superfície. Há câmaras hiperbáricas modernas em Hurghada, Sharm-el-Sheik e em outros lugares no Egito, assim como em Israel, Jordânia e Arábia Saudita.









Explore Mais
Aventure-se no Mar Vermelho do sul na galeria de fotos bônus de Stephen Frink.

© Alert Diver — 4º Trimestre 2015

Language: EnglishSpanish