Condicionamento Físico para o Mergulho



Os requerimentos de condicionamento físico para o mergulho dependem de uma série de fatores. Embora isso torne o estabelecimento de um único padrão desafiador, também pode levar a uma discussão interessante.

No nível mais básico, os mergulhadores precisam ser capazes de facilmente atender às exigências normais de mergulho com uma reserva de condicionamento suficiente para atender as demandas adicionais de situações de emergência. As condições ambientais influenciam drasticamente as "demandas normais". As águas tropicais calmas e quentes são geralmente muito menos exigentes do que as águas mais frias. As demandas aumentam à medida que o equipamento, a condição do mar e as condições de entrada e saída se intensificam.

As habilidades do mergulhador também desempenham um papel importante na determinação das demandas de um mergulho. Um mergulhador com excelente controle de flutuabilidade usando um mínimo de lastro fará muito menos esforço do que um mergulhador batalhando com um lastreamento inadequado ou tendo um controle de flutuabilidade menos refinado.

Problemas semelhantes existem no estabelecimento de margens de segurança razoáveis de condicionamento físico para lidar com as demandas de uma emergência. As condições ambientais, o equipamento usado, a proximidade de uma saída segura, o suporte de superfície disponível e até mesmo o condicionamento físico, o tamanho e a habilidade do dupla têm influência.

Embora o maior nível de condicionamento físico seja o ideal, uma abordagem prática é considerar competências mínimas.
Como Avaliar o Condicionamento Físico
Uma revisão do histórico de saúde pode ser suficiente para indivíduos saudáveis e ativos. Testes de aptidão funcional ajudam a garantir que uma pessoa esteja apta para mergulhar. Estes testes podem muitas vezes ser realizados em uma piscina ou em águas abertas. Testes de capacidade física realizados em laboratório podem ser apropriados no caso de histórico de pouca atividade física, preocupações com a segurança durante os testes de desempenho ou de presença de problemas médicos potenciais.
Teste Funcional de Condicionamento Físico
O teste funcional de condicionamento físico tem relevância natural para atividades no mundo real. Uma série simples foi proposta para avaliar os mergulhadores recreativos .1 Os mergulhadores demonstrariam as seguintes capacidades: 1) levantar e transportar itens individuais de equipamento de mergulho em terra; 2) levantar a partir da posição sentada e andar 30 metros com o equipamento de mergulho padrão; 3) subir uma escada vertical de 1,5 metro saindo da água usando equipamento de mergulho padrão; e 4) nadar debaixo d'água a uma velocidade de 0,5 nó por 30 minutos e a uma velocidade de 1,2 nós durante 3 minutos usando o equipamento de mergulho padrão.





Outra abordagem foi proposta para mergulhadores científicos, focando em capacidades de resgate.2 As avaliações foram feitas após um mergulho normal para começar com os níveis típicos de fadiga. Como os ambientes de águas abertas não estão disponíveis durante todo o ano em todos os lugares, uma adaptação para piscina também foi fornecida.

Os detalhes podem ser vistos na Tabela 1.





Traduzindo os Resultados dos Testes Funcionais de Condicionamento Físico


A capacidade aeróbica (VO2 max) é definida como a quantidade máxima de oxigênio que pode ser consumida por unidade de tempo. Isso é classicamente determinado com um teste de exercício continuo e progressivo até a exaustão. Embora complexo demais para o uso geral, a VO2 max é um padrão para avaliar o condicionamento geral. As complicadas unidades de mililitros de oxigênio consumido por quilograma de massa corporal por minuto (mL/[kg·min-1]) podem ser simplificadas convertendo-se os valores de VO2 max em equivalentes metabólicos (METs). O METmax é determinado indexando-se a VO2 max ao consumo de oxigênio em repouso (assumido como sendo 3.5 mL·kg-1·min-1, ou 1 MET). Quanto mais alto o MET encontrado, maior o condicionamento aeróbico. Segue um exemplo da conversão:

MET capacity (METmax) = VO2 max (in mL·kg-1·min-1) ÷ 3.5

e.g., 49 mL·kg-1·min-1 (VO2 max) ÷ 3.5 = 14 METs


Um mergulhador com um bom controle de flutuabilidade deve fazer pouco esforço durante um mergulho normal. Um mergulhador habilidoso nadando a uma velocidade de não mais do que 0,5 nós pode estar trabalhando a cerca de 3 METs. Um mergulhador mantendo uma velocidade de 1,2 nós pode estar trabalhando na faixa de 10-12 METs. Nós inferimos a taxa de trabalho a partir do consumo de gás em circuito aberto em 959 mergulhos recreativos e estimamos conservadoramente uma taxa média de trabalho de 5 METs.3
Ficando em Forma para o Mergulho
A chave para apresentar um bom condicionamento físico para mergulhar é encontrar uma maneira de permanecer ativo. O objetivo é desenvolver ou manter reservas para atrasar o ponto em que os padrões de atividade têm de diminuir. Idealmente os mergulhadores seriam fisicamente ativos diariamente e reforçariam isso com 30-60 minutos de treinamento de qualidade de três a quatro vezes por semana. Uma combinação de atividades é geralmente melhor para reduzir o risco de lesões e tédio. (Para exercícios sugeridos, leia nossos artigos de Condicionamento Físico para Mergulho em toda edição ou on-line em AlertDiver.com.)

O treinamento físico deve ter como objetivo três elementos essenciais: força, capacidade aeróbica e flexibilidade. Atividades de baixo impacto reduzem o risco de lesões, e atividades que envolvem água oferecem o benefício adicional de melhorar a sensação de conforto no ambiente de mergulho.
Medidas de Condicionamento Físico em Campo
Nós conduzimos avaliações do condicionamento físico de mergulhadores em campo como parte de muitos de nossos trabalhos de pesquisa. Registramos uma variedade de medidas para fornecer um retrato instantâneo para os participantes, frequentemente motivando-os a melhorar seus números.
Índice de Massa Corporal (IMC)
O índice de massa corporal (IMC) não é uma medida da composição corporal; é uma simples relação entre peso e altura (peso em quilogramas dividido pela altura ao quadrado em metros). Apesar disso, o IMC é utilizado para prever a composição corporal já que é mais comum que um aumento reflita um acúmulo de gordura do que de tecido magro. Embora seja conveniente, o IMC pode fornecer uma estimativa ruim da base de um indivíduo, exigindo bom senso para a interpretação. Como esse cuidado em mente, aqueles com um IMC fora da faixa desejada devem ter sua composição corporal melhor avaliada. Se um alto IMC for o resultado de excesso de gordura, mudanças no estilo de vida que incorporem mais exercícios e mudanças na dieta são recomendadas.





Relação Cintura-Quadril (RCQ)
Uma alta relação cintura-quadril (RCQ) – ter uma grande circunferência abdominal por exemplo– pode indicar um aumento no risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Os padrões da RCQ são dependentes da idade (veja tabela 3). As relações (e riscos de saúde) normalmente podem ser melhorados modificando-se os padrões de exercício e dieta.





Gordura Corporal
Uma certa quantidade de gordura corporal é necessária para a manutenção da saúde. Muito gordura, entretanto, sobrecarrega o coração e outros sistemas. Um lento aumento da gordura corporal com a idade é comum e pode ser problemático. A melhor maneira de reduzir o excesso de gordura corporal e combinar esforços de dieta e exercício. Apenas uma dieta irá causar perda de massa muscular e uma redução na taxa metabólica que irá em última instância fazer com que o excesso de peso volte mais rápido. Várias formulas podem prever a porcentagem de gordura corporal utilizando medidas de diferentes dobras cutâneas.
Teste de Flexão de Braço
O teste de flexão de braço é uma medida conveniente de força. Os dados normativos exigem uma flexão militar através da amplitude de movimento desde a extensão total do braço até o cotovelo dobrado a 90 graus. Começando a partir da posição vertical, com os cotovelos completamente estendidos, as flexões são realizadas a um ritmo constante até que não possam ser continuadas. O desempenho pode melhorar consideravelmente com o treinamento.





Teste de Sit-Up
O teste de de sit-up é outra medida conveniente de força, mas é importante observar que as normas são baseadas em um estilo de exercício sit-up que deve ser utilizado apenes para o teste. Ancorando o pé esticado no chão permite que um forte flexor de quadril (psoas maior) controle o movimento ao invés dos músculos abdominais, possivelmente aumentando o desconforto das costas, os sit-ups são utilizados para reduzir isso (porque o psoas maior puxa a região lombar para frente). Os exercícios de sit-ups são feitos adequadamente a partir de uma posição inicial com as coxas perpendiculares ao chão e as panturrilhas atravessadas sob uma cadeira ou superfície semelhante para fazer o movimento dependente dos músculos abdominais.





Força de Preensão Manual


A força de preensão manual é uma simples medida de força. A mão dominante irá obter um resultado 10 por cento maior do que a outra mão. Assim como em muitos dos testes que utilizamos, a comparação do desempenho do indivíduo antes e depois do período de treinamento pode ser útil.




Função Pulmonar
Uma função pulmonar adequada é essencial para uma boa saúde. A incapacidade de esvaziar os pulmões rapidamente ou inflá-los normalmente pode indicar a presença de uma doença pulmonar obstrutiva ou resistiva. Os valores normais variam significativamente com a idade, sexo e altura.
  • Capacidade vital forçada (CVF) é o volume máximo de ar que pode ser forçadamente exalado dos pulmões durante um único esforço. A CVF é normalmente 75-80 por cento da capacidade pulmonar total. O ar que não pode ser exalado dos pulmões é o volume residual (VR).
  • Volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1) representa o volume forçadamente exalado no primeiro segundo da manobra de quatro a cinco segundos da CVF. A VEF1 é normalmente mais de 80 por cento da CVF. Isso é normalmente apresentado como a relação entre VEF1 e CVF (VEF1 / CVF).
  • O fluxo expiratório forçado 25-75 por cento (FEF25-75) representa a taxa de fluxo médio durante o esforço do volume expiratório forçado. Ele pode indicar a saúde das vias aéreas de médio e pequeno calibre.
  • A ventilação voluntária máxima (VVM) representa o volume máximo de ar que uma pessoa pode inalar e exalar em 15 segundos. A VVM reflete a força e resistência dos músculos respiratórios.
Concentração urinária


A concentração urinária não é uma medida de hidratação, mas fornece algumas dicas quando baseada em uma amostra significativa, de preferência uma coleção completa de 24 horas ou, alternativamente, a primeira amostra após uma noite de descanso completo. (Nota: Outros intervalos são menos úteis porque são fortemente afetados por eventos imediatos). De modo geral, uma amostra significativa com baixa concentração indica que existe ampla quantidade de água no corpo para preservar os volumes de fluidos apropriados. Uma amostra mais concentrada não confirma uma desidratação, mas indica que um fluido mínimo está sendo excretado. A conservação de fluidos pode ser suficiente para preservar o volume de água corporal, mas um padrão de urina concentrada pode indicar ingestão insuficiente de líquidos.
Conclusões
As exigências físicas de um mergulhador habilidoso podem ser modestas, mas a possibilidade de demandas de emergência intensas torna importante manter reservas amplas de condicionamento físico. Isso requer uma avaliação honesta e compromisso com a preservação de capacidades saudáveis. Incorporar a atividade física em um estilo de vida normal é uma maneira poderosa de preservar as capacidades.
Referências
  1. Mitchell SJ, Bennett MH. Clearance to dive and fitness for work. In: Neuman TS, Thom SR, eds. Physiology and Medicine of Hyperbaric Oxygen Therapy. Saunders, 2008: 65-94.
  2. Ma AC, Pollock NW. Physical fitness of scientific divers: standards and shortcomings. In: Pollock NW, Godfrey JM, eds. Diving for Science 2007. Proceedings of the American Academy of Underwater Sciences 26th Symposium. Dauphin Isl, Ala.: AAUS, 2007: 33-43.
  3. Buzzacott P, Pollock NW, Rosenberg M. Exercise intensity inferred from air consumption during recreational scuba diving. Diving Hyperb Med. 2014 June; 44(2): 74-8.
Conheça o especialista
Neal W. Pollock, Ph.D., é um diretor de pesquisas da DAN é um pesquisador associado do Center for Hyperbaric Medicine and Environmental Physiology, do Duke University Medical Center, em Durham, N.C.

© Alert Diver — 2º Trimestre 2016

Language: EnglishSpanish