Colisão com Barcos e Segurança com Hélices





Os mergulhadores autônomos estão frequentemente dividindo as águas com barcos, pois os mergulhadores usam barcos para chegar aos pontos de mergulho e algumas vezes mergulham em áreas com intenso tráfego de barcos. Lesões de colisões com embarcações e com hélices são perigos para os mergulhadores nessas áreas.

O U.S. Coast Guard Boating Safety Resource Center (Centro de Recursos de Segurança para Barcos da Guarda Costeira Americana) relata que entre 2005 e 2013 hélices de barcos causaram 636 acidentes e 38 mortes de pessoas envolvidas em atividades aquáticas (passeio de barco, esqui aquático, natação, mergulho livre, mergulho autônomo, esqui boia, etc.); 442 desses acidentes e 29 dessas mortes foram causadas por uma pessoa sendo atingida por uma embarcação. Evitar acidentes ao mergulhar em áreas com intenso tráfego de barcos exige que os mergulhadores estejam atentos às embarcações o tempo todo, tanto embaixo da superfície quanto na superfície.

Dependendo do local e do tipo de barco, licenciamento ou certificação através de cursos de segurança de barcos podem ser necessários. As leis que regulam os barcos variam internacionalmente e entre Estados nos EUA; portanto, é importante que tanto as operadoras de barcos quanto os mergulhadores estejam cientes dos regulamentos em vigor para um determinado local.
Ferramentas de Sinalização
Bandeiras de Mergulho. Exibir uma bandeira de mergulho é uma maneira eficiente, e em alguns locais obrigatória, de alertar os barcos de que existem mergulhadores na água. Semelhantemente às leis que regem as operadoras de barco, as regulamentações sobre bandeiras de mergulho variam entre locais e entre tipos de embarcação nos EUA e internacionalmente. Os dois tipos de bandeiras mais reconhecidos em relação ao mergulho são a bandeira Alfa e a bandeira do mergulhador submerso.

A internacionalmente conhecida, a bandeira alfa é hasteada quando a mobilidade de qualquer embarcação está restrita, indicando que outras embarcações devem ceder o direito preferencial de passagem. Essa bandeira é frequentemente hasteada juntamente com a bandeira do mergulhador submerso quando os mergulhadores estão na água, pois os barcos de mergulho devem ficar próximos aos mergulhadores e não podem se mover rapidamente. A bandeira de mergulhador submerso explicitamente indica que um mergulhador está na água, e deve sempre ser hasteada em embarcações que tenham um mergulhador na água. A bandeira alfa indica que mergulhadores estão na área; entretanto, ela também tem outros usos. É sempre melhor hastear a bandeira de mergulhador na água juntamente com a bandeira alfa para evitar falhas de comunicação.

Uma bandeira de mergulhador na água é recomendada para alertar as embarcações durante mergulhos de praia. A distância que os mergulhadores devem ficar da bandeira de mergulho depende do local de mergulho. Uma boia flutuante amarrada à uma carretilha de mergulho pode ser utilizada para indicar onde os mergulhadores estão localizados na água. Uma carretilha rebocando uma boia nunca deve ser diretamente presa ao mergulhador. Levar a carretilha na mão ajuda a evitar que o mergulhador seja arrastado caso a bandeira seja pega por um barco de passagem.

Seja a bandeira de mergulho hasteada em um barco ou em uma boia de sinalização, ela deve estar em boas condições para garantir sua visibilidade. Troque a bandeira quando a integridade da segurança esteja comprometida por uma cor desbotada ou rasgos. O tamanho exigido da bandeira de mergulho também varia entre locais. Assegure-se sempre de que a bandeira seja visível a partir de todas as direções.

Sinalizadores de superfície. Ferramentas de segurança como tubos sinalizadores infláveis (SMBs, na sigla em inglês), apitos e outros sinais sonoros, luzes de mergulho e espelhos de sinalização podem ser usados para comunicar a sua localização aos barcos de mergulho depois que você chegou à superfície após um mergulho. Um SMB pode ser usado junto com uma bandeira de mergulho para alertar os barcos que os mergulhadores estão na água. Antes do mergulho, relembre como utilizar um SMB para estar preparado para utilizá-lo na subida.

Ao utilizar instrumentos de sinalização de superfície, os mergulhadores nunca devem assumir que eles estão visíveis para operadores de barco. Reflexo do sol, ondas, passageiros, condições climáticas e outros fatores podem fazer com que seja difícil notar um mergulhador na água.


Although laws vary by jurisdiction, divers should stay within 300 feet of a diver-down flag in open water and within 100 feet in rivers, inlets or navigation channels. When surfacing, stay as close to the flag as possible.


Esteja Atento Debaixo D´Água
Além de utilizar dispositivos de sinalização e prestar atenção ao tráfego de barcos na superfície, os mergulhadores devem estar atentos aos barcos passando quando eles estão debaixo d´água. Olhar e escutar os barcos acima de você é um bom hábito, mas lembre-se de que uma visibilidade ruim e a dificuldade de localizar o som quando estamos debaixo d´água podem interferir. Na maioria dos casos, um mergulhador consegue escutar um barco debaixo d´água, mas pode ser difícil localizar a direção de onde o som está vindo porque o som viaja aproximadamente quatro vezes mais rápido na água do que no ar. Vestir um capuz também pode alterar os limiares auditivos ainda mais.

Uma parada de segurança por três minutos a 5 metros (15 pés) permite ao mergulhador diminuir o excesso de nitrogênio e é também uma oportunidade para verificar o tráfego de barcos antes de subir para a superfície. Os mergulhadores não devem assumir que terão reações rápidas o suficiente caso precisem sair do caminho de um barco que esteja passando enquanto estão debaixo d´água. Um barco pode se aproximar rapidamente de um mergulhador sem que ele perceba, e não conceder tempo suficiente para que ele se afaste a uma distância segura. Por essas razões não é recomendável que mergulhadores confiem nas suas capacidades de observar barcos quando ainda estão debaixo d´água sem utilizar um dispositivo de sinalização.
Tenha um Plano de Ação
Um plano para o tratamento e transporte de um mergulhador atingido por um barco ou hélice deve estar pronto antes da chegada no ponto de mergulho. Para tratar uma lesão de laceração, estanque a perda de sangue aplicando ataduras de pressão, e leve a pessoa acidentada para o serviço médico o mais rapidamente possível. Saiba para quem ligar e o papel das outras pessoas na resposta a uma emergência médica.
Pesquisa e Prevenção
A DAN Europa tem atualmente uma campanha sobre acidentes com hélices para orientar os operadores de barco e os mergulhadores em como dividir os pontos de mergulho com segurança; visite www.daneurope.org/propeller-injuries. O site oferece uma coleção de incidentes e relatos de testemunhas assim como posters e material educativo para que os mergulhadores possam aprender a evitar futuros acidentes.

Na América do Norte, a DAN utiliza um sistema de relato de incidente online para coletar informações sobre acidentes e lesões de mergulho, incluindo incidentes com hélices e colisões com barcos; visite DAN.org/divingincidents. As informações dos casos relatados são usadas para resumos de caso e para criar materiais de prevenção.

© Alert Diver — 4º Trimestre 2014

Language: EnglishSpanish